Teatro Experimental do Negro

O lendário Teatro Experimental do Negro (TEN) foi fundado e dirigido pelo político, ativista e ator Abdias do Nascimento, em 1944, no Rio de Janeiro, tornando-se pioneiro em levar ao palco um elenco de atores negros e/ou mestiços, fazendo parte da formação do teatro moderno brasileiro, ao lado de grupos como o Teatro Brasileiro de Comédia (TBC), em São Paulo, e Os Comediantes, no Rio de Janeiro.

O objetivo do grupo era a valorização do negro com um trabalho de cidadania, propiciando a conscientização social, além da alfabetização, na medida em que o elenco era recrutado no universo operário, entre as empregadas domésticas, favelados sem profissão e alguns funcionários públicos.

O grupo esteve em evidência na SP Escola de Teatro neste ano, com uma mesa de discussão promovida em abril pela Instituição. Gratuito e aberto ao público, o evento foi uma homenagem ao centenário de Abdias Nascimento (1914-2011).

Os convidados ao debate foram: o historiador, pesquisador e aprendiz de Dramaturgia da Escola, Christian Fernando dos Santos Moura; a escritora, mestre em Direito e em Ciências Sociais e doutora em Psicologia, Elisa Larkin do Nascimento; o ator e bailarino Haroldo Costa; e o bailarino e coreógrafo Rui Moreira.

Teatro Experimental do Negro