Sonata fantasma bandeirante

 

Um ciclo de conferências e a criação de dois espetáculos inéditos compunham “Sonata fantasma bandeirante”, projeto proposto pelo dramaturgo e encenador amazonense radicado em São Paulo, Francisco Carlos, para a SP Escola de Teatro, em uma parceria com a Pró-Reitoria de Cultura e Extensão Universitária da USP e o Instituto de Psicologia da USP.

A residência teatral, que foi projetada para um período de sete meses, teve início em agosto de 2013 e deve se estender até março de 2014, na Sede Roosevelt da Escola. O objetivo, segundo o diretor artístico do projeto, era “formar um corpo teórico, um mosaico de ideias e linguagens, que será desenvolvido no processo dramatúrgico-cênico da residência”.

Esse processo servirá como base para a montagem de uma dupla-peça, intitulada “Sonata fantasma bandeirante” e composta por duas partes: “Spaghetti paulista” e “São Paulo-Chicago”, que terá a participação de aprendizes da Instituição.
Para levantar material de pesquisa e, ao mesmo tempo, estender ao público as discussões, foram elaboradas seis conferências ministradas por autores e pesquisadores eminentes de várias áreas, como antropologia, filosofia, psicologia cultural, vídeo etnográfico, história, geografia humana, artes cênicas, direção de arte e cinema.

RETROSPECTIVA 2013
PRÊMIO ACESSIBILIDADE 2013
ENTRAR NO SITE