Seminário 150 Anos de Stanislavski

 

Há 150 anos, vinha ao mundo aquele que seria um dos maiores nomes do teatro universal: o russo Constantin Stanislavski. A data não poderia passar batida pelo calendário da SP Escola de Teatro. Assim, em parceria com o Centro ITI Brasil – International Theater Institute –, ligado à Unesco, e com o apoio do Sated –SP (Sindicato dos Artistas e Técnicos do Estado de São Paulo), a Instituição promoveu um seminário para rever e atualizar o legado do mestre.

Foram três dias com palestras e uma oficina, reunindo nomes de relevância da cena brasileira e uma convidada especial francesa. Todas as atividades foram gratuitas e ocuparam a Sede Roosevelt da Instituição. “O russo Constantin Stanislavski nasceu em 1863 e permanece como uma das maiores referências do teatro em todo o mundo. Celebrar seus 150 de nascimento foi uma forma de atualizar seu legado e fazer a revisão crítica de seus conceitos e princípios”, comenta Ney Piacentini, o coordenador do projeto.

Marie-Christine Autant-Mathieu, Sérgio de Carvalho, Maria Thais, Marco Antonio Rodrigues, Diego Moschkovich, Eduardo Tolentino e Ney Piacentini foram alguns dos participantes dos encontros.

“Em uma ocasião como essa, nada seria mais relevante para a Escola que apoiar um evento como o proposto aqui por Ney Piacentini, justamente por colocar em evidência e abrir discussão sobre a obra deixada por esse artista que modificou a forma de se pensar e fazer teatro”, diz Ivam Cabral, diretor executivo da Instituição.

Assim, de 10 a 12 de dezembro, o público lotou a Sede Roosevelt para acompanhar as atividades. Assuntos como "O que ainda hoje podemos aprender com Stanislavski e o sistema", "Das primeiras leituras de Stanislavski à prática teatral" e "Noções do sistema de Stanislavski para jovens atores e diretores teatrais" foram esmiuçados pelos especialistas, em uma troca efetiva com os participantes.

RETROSPECTIVA 2013
PRÊMIO ACESSIBILIDADE 2013
ENTRAR NO SITE