O Ritual

O Ritual

Fomos convidados a participar numa práxis das turmas de atuação da SP – Escola de Teatro, Centro de Formação de Artes do Palco. Nesta Escola, os veteranos de ambas as turmas de Atuação têm por hábito receber os caloiros com uma pequena cerimónia. Essa “cerimónia” denomina-se Ritual e divide-se em duas partes distintas. A primeira consiste num encontro entre as duas turmas, no qual todos cantam, todos dançam e partilham algo uns com os outros. Neste primeiro encontro, que se realizou na sede do Brás, o ponto alto foi o momento em que os olhos dos caloiros são vendados e os respectivos padrinhos e madrinhas, ou seja, os veteranos, brindaram os seus afilhados e afilhadas, leiam-se, caloiros, com presentes. Desta forma os caloiros apenas ficaram com pistas de quem poderia ser o seu padrinho ou madrinha.

Algumas semanas mais tarde as turmas voltaram a encontrar-se, desta vez na sede da Roosevelt, para que os caloiros pudessem saber quem eram os Padrinhos e as Madrinhas. Mas desenganem-se todos aqueles que pensam que esse foi momento do segundo encontro, porque não foi. O grande momento do segundo encontro, quiçá de todo o Ritual, foi … (Este texto foi censurado por alegadas ofensas à Moral e os Bons Costumes. O processo corre em segredo de justiça, num Tribunal qualquer) … E nós tivemos a felicidade de poder vivenciar esta experiência inesquecível na primeira pessoa.

Coluna do Bernas, in Conexão SP Escola de Teatro

4

Category: Sem categoria
You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0 feed.You can leave a response, or trackback from your own site.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>